|  | 

Estilo de Vida

Como a prática ortomolecular pode ajudar em cada fase do envelhecimento

[caption id="attachment_6311" align="aligncenter" width="600"]Foto: Divulgação Foto: Divulgação[/caption]

O envelhecimento é um processo fisiológico inevitável, crônico e irreversível, porém, é possível que ele aconteça de forma saudável, quando tomamos as medidas necessárias para proteger, fortalecer e retardar esse envelhecimento. Tais medidas incluem atividade física, alimentação saudável, menos stress e suplementação alimentar através do tratamento ortomolecular.

Segundo o médico Marco Antônio Campos Casemiro, especialista há mais de 20 anos em prevenção, tratamento do envelhecimento e reeducação alimentar através da prática ortomolecular, as funções física e mental diminuem à medida que envelhecemos, mas uma suplementação feita de forma orientada e correta, pode ajudar a reduzir os sintomas e os riscos de algumas doenças. “A prática ortomolecular propõe avaliar os pacientes, desvendar as carências de nutrientes e oferecer às células os elementos necessários ao seu metabolismo, com isso ela terá condições de produzir energia, fabricar substâncias vitais, degradar os radicais livres, agir nos mecanismos de reparo celular e de vigilância imunológica, ações importantíssimas para quem se encontra acima dos 40 anos”, explica Dr. Casemiro.

De acordo com o especialista, dos 30 aos 45 anos aparecem os cabelos brancos, rugas, diminuição da capacidade física e um declínio progressivo da maior parte dos hormônios. Nesta fase, pode ser necessária a suplementação de silício por exemplo, um dos componentes mais importantes para reconstituição do cabelo e que age contra seu envelhecimento. Para uma aparência mais jovem da pele, vários suplementos podem ser indicados, como a vitamina A, que melhora a saúde natural dos níveis de colágeno e elastina, o CoQ10, que ajuda a regenerar as células da pele, a vitamina C, que minimiza o aparecimento de rugas e a vitamina E, poderoso antioxidante que mantém a pele saudável e brilhante.

Dos 46 aos 65 anos estão associadas doenças degenerativas crônicas progressivas, que podem ser prevenidas ou controladas através dos tratamentos ortomoleculares. Para quem já manifestou doenças, os antioxidantes tem o poder de ajudar no controle da doença e diminuir o número de medicamentos. “Essas doenças estão diretamente ligadas ao aumento de radicais livres, que oxidam as estruturas celulares. Nestes casos, o tratamento oferece uma proteção extra ao organismo”, explica o médico especialista em prática ortomolecular.

A partir dos 65 anos o envelhecimento pode ser fisiológico (senescência) ou patológico (senilidade). “Com a reeducação alimentar, orientação de atividade físicas, correção de hábitos e suplementos ortomoleculares, que neutraliza os radicais livres, com efeitos anti-inflamatórios, desintoxicantes e energéticos, podemos melhorar o desempenho físico e mental, diminuir o estresse, aumentar a qualidade de vida e evitar a senilidade. Lembrando que, a adoção de estratégias preventivas sempre se mostra muito mais promissora do que tratar um problema já instalado”, finaliza Dr. Marco Casemiro.

Fale Conosco

(16) 3443-7805
contato@alecrimvip.com.br

O Portal Alecrim é um espaço online voltado ao entretenimento. Em seu conteúdo estão novidades, curiosidades e o que há de mais interessante nos segmentos de moda, beleza, gastronomia, música e cultura, estilo de vida e eventos.

Portal Alecrim © 2016 | Todos os direitos reservados.