|  | 

Estilo de Vida

Páscoa: É possível comer chocolate sem peso na consciência e na balança

[caption id="attachment_5118" align="alignleft" width="275"]Foto: Divulgação Foto: Divulgação[/caption]

Faltam poucos dias para a páscoa e por onde quer que a gente olhe, nos deparamos com uma imensa variedade de ovos, bombons, e outras delícias feitas com chocolate. Com tanta opção fica difícil resistir, mas especialistas alertam que o produto pode ser prejudicial se consumido em excesso.

Os malefícios do chocolate estão relacionados principalmente à quantidade de gordura e ao alto teor calórico, que trazem sérios danos à saúde. Segundo o médico Marco Antônio Campos Casemiro, especialista há mais de 20 anos em prevenção, tratamento do envelhecimento e reeducação alimentar através da prática ortomolecular, os principais problemas causados pelo consumo excessivo do chocolate é o ganho de peso, a elevação da pressão arterial, taxas de glicose e colesterol no sangue, resultando em diabetes, doenças coronarianas, distúrbios gastrointestinais, entre outros.

Mas não é preciso abrir mão do chocolate, que pode até trazer benefícios se consumido da forma correta. “O ideal é optar por chocolates com pelo menos 70% de pó de cacau em sua composição, no caso os mais amargos, para ser considerado um alimento funcional, rico em flavonoides”, comenta o médico. Esta substância contém nutrientes como cromo, ferro, magnésio, zinco, sódio, fósforo, potássio e cafeína, necessários ao organismo. “Além disso, a forte ação antioxidante dos flavonoides ajuda a combater os radicais livres, aumenta o colesterol bom e diminui o ruim, impede a oxidação excessiva das células, evitando o risco de câncer, protege a pele da radiação ultravioleta, previne doenças degenerativas como o Alzheimer e acidente vascular cerebral (AVC), retardando o envelhecimento das células” explica Dr. Casemiro. Ele ressalta que a quantidade ideal de consumo é 30 gramas por dia.

Outra dica é evitar o chocolate branco, que não possui cacau em sua composição, e o chocolate ao leite, que possui pouca quantidade de cacau, muito açúcar e leite, ou seja, possui grande quantidade de gordura saturada e por isso não são recomendados. O chocolate diet também deve ser evitado pelo mesmo motivo, e é indicado como uma alternativa apenas para diabéticos, por não conter açúcar.

Recentemente surgiram alternativas saudáveis para quem ama chocolate, como o de alfarroba e o de soja. O alfarroba é uma vagem semelhante ao feijão, torrada e moída, utilizada para substituir o cacau. O chocolate de alfarroba possui sabor parecido com o chocolate amargo, mas possui menos calorias e menor teor de gordura, além disso, é rico em nutrientes e não possui lactose. Ideal para quem quer um alimento mais leve ou possui intolerância a cacau, açúcar, glúten ou leite. Já o chocolate de soja é produzido com extrato de soja, 100% vegetal, não possui lactose ou glúten e contem baixo índice de sódio e gordura, é rico em nutrientes, proteínas e isoflavonal e é indicado para quem tem restrições alimentares.

Mas se você não conseguir resistir à tentação e abusar dos ovos nessa páscoa, a dica é desintoxicar o organismo, consumindo alimentos ricos em fibras como soja, feijão, lentilha, ervilha, grão de bico; alimentos integrais como arroz, milho, trigo, aveia; aumentar os legumes, verduras e frutas. Evitar açúcar, alimentos processados, ricos em gorduras trans e saturadas, além de fugir das frituras e bebidas alcoólicas. “Tome bastante água, água de côco, chás e sucos verdes que podem ser nutritivos, auxiliam na perda de peso, têm ação diurética e desintoxicam o organismo”, finaliza Dr. Marco.

Fale Conosco

(16) 3443-7805
contato@alecrimvip.com.br

O Portal Alecrim é um espaço online voltado ao entretenimento. Em seu conteúdo estão novidades, curiosidades e o que há de mais interessante nos segmentos de moda, beleza, gastronomia, música e cultura, estilo de vida e eventos.

Portal Alecrim © 2016 | Todos os direitos reservados.