|  |  | 

Música Refletor

Toque clássico: banda ribeirão-pretana insere violino na música popular

[caption id="attachment_570" align="aligncenter" width="750"]Arthur, Caio, Lelê e RenanFoto: Murilo Corte Arthur, Caio, Lelê e Renan / Foto: Murilo Corte[/caption]

Eles completam dois anos no mês de abril e já realizaram mais de 120 shows, entre eles, na festa de lançamento do João Rock 15 anos, que aconteceu no início deste mês. Formada pelos amigos Lelê Fegom (baixo), de 27 anos, Caio Figueiredo (violão), de 29 anos, Arthur Elias (bateria), de 28 anos, e Renan Santos (violino e escaleta), de 25, a banda Pardieiro poderia ser só mais um grupo de pop-rock por aí, mas resolveram experimentar algo novo: um violino.

O instrumento clássico em meio à música popular permite inúmeras possibilidades nos arranjos, proporcionando às canções interpretadas pelo grupo uma roupagem única. “Geralmente, o violino percorre os temas e riffs das músicas, mas isso não é uma regra. Muitas canções foram adaptadas para a entrada do violino”, diz Ranan Santos, que além de integrar o grupo é violinista da orquestra filarmônica da USP. “Eu sempre me interessei por qualquer instrumento de corda, mas nunca tinha pensado em tocar um especificamente. Até que, há seis anos atrás, no Rio de Janeiro, encontrei um violino a um bom preço, comprei e fiz algumas aulas”, completa o músico.

Portal AlecrimOutro diferencial do grupo é a divisão dos vocais. Não há um vocalista de frente da banda. O repertório é dividido entre as vozes dos quatro integrantes. “Trabalhamos os quatro vocais conforme alcance e timbre de cada músico. Gostamos de explorar todas as vozes, pois nós quatro cantamos. Além disso, o fato de usarmos o violão sem nenhum efeito ou distorção deixa espaços para preencher a harmonia com os vocais”, diz Lelê Fegom.

O repertório da banda é baseado nas principais influências de cada músico, mas considera também a resposta do público. “Na verdade, montamos um setlist a cada show, variando muito de um lugar a outro. Há casas noturnas segmentadas a um único estilo e, por isso, cada setlist torna-se único. Cada show tem uma ordem de música e uma narrativa”, explica Caio Figueiredo.

Cada um dos integrantes trouxe um tipo de referência para banda e isso foi o partido inicial do projeto: não estar preso a um único estilo. “Temos hoje no show, PopRock, Rock, SambaRock e MPB, adaptados exclusivamente pra cada local de apresentação. O nome da banda reflete justamente esta necessidade de mostrar que temos muitos estilos no nosso repertório”, comenta Lelê.

Mas para 2016 os garotos ribeirão-pretanos estão preparando uma novidade para os fãs: músicas autorais. “Elas devem entrar no nosso repertório até o final deste semestre. Além disso, queremos fazer um show comemorativo de aniversário no próximo mês”, adianta Lelê.

Os músicos Renan Santos e Lelê Fegom, além da banda, possuem carreira solo.  Renan está em fase de finalização de seu primeiro álbum autoral, que também deve ser lançado ainda este semestre. E Lelê também prepara um disco de músicas inéditas, após dois anos do lançamento de seu primeiro trabalho, o “Volume01”.

Além da banda, os integrantes têm outras ocupações, como os outros projetos ou profissões que fogem do cenário musical. Arthur, por exemplo, é empresário e Caio, arquiteto. Para conciliar as diferentes ocupações, eles planejam seus ensaios durante a semana, geralmente nas madrugadas e os shows, em sua grande maioria de sextas e sábados.

Veja a agenda banda Pardieiro

18/03 – Salz Bar (Ribeirão Preto) 03/04 – Compotta (Ribeirão Preto)

Fale Conosco

(16) 3443-7805
contato@alecrimvip.com.br

O Portal Alecrim é um espaço online voltado ao entretenimento. Em seu conteúdo estão novidades, curiosidades e o que há de mais interessante nos segmentos de moda, beleza, gastronomia, música e cultura, estilo de vida e eventos.

Portal Alecrim © 2016 | Todos os direitos reservados.